top of page
Gotas de água

BLOG

Conheça a história do Fórum Mundial da Água

O interesse internacional em questões relacionadas à água foi crescendo rapidamente desde a década de 1980, e em resposta a esse interesse, a Comissão Mundial sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento propôs o conceito de “desenvolvimento sustentável” ao mundo em 1987 e identificou a água como uma questão-chave entre as preocupações ambientais globais em seu relatório “Nosso Futuro Comum”. 


Na Conferência sobre Água e Meio Ambiente realizada em Dublin em 1992, as discussões sobre água e meio ambiente foram extensas, e mais tarde no mesmo ano, na Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento no Rio de Janeiro, foi defendida a importância de garantir os recursos de água doce. 


O reconhecimento das questões relacionadas à água na década de 1990 foi acompanhado pela percepção global de que a cooperação internacional nesse campo estava se mostrando insuficiente para lidar com desastres como secas frequentes, desertificação, inundações em larga escala e poluição tanto de águas superficiais quanto subterrâneas. Foi compreendido que os recursos hídricos do mundo estavam sendo mal gerenciados e que era necessário um mecanismo para reunir profissionais e todas as partes interessadas nessa questão.


Em resposta a essas necessidades, duas organizações internacionais foram estabelecidas em 1996. O Conselho Mundial da Água (WWC), criado por especialistas em água, membros da comunidade acadêmica e organizações internacionais, e a Parceria Global pela Água (GWP), uma organização formada com o apoio conjunto de várias instituições internacionais de financiamento, com o objetivo de promover a gestão integrada dos recursos hídricos em países em desenvolvimento.


Para apoiar o aprofundamento das discussões sobre as questões internacionais relacionadas à água, formular propostas concretas e chamar a atenção do mundo para sua importância, o Conselho Mundial da Água propôs a realização do Fórum Mundial da Água, o qual é um evento que proporciona uma plataforma única para a comunidade ligada à gestão da água e para os principais tomadores de decisão colaborarem e avançarem em direção a soluções de longo prazo para os desafios hídricos globais.


As edições do Fórum Mundial da Água


O 1º Fórum Mundial da Água foi realizado em Marrakech, Marrocos, em março de 1997 e reuniu cerca de 400 participantes. A primeira edição teve como objetivo abordar a urgente crise hídrica mundial e resultou no surgimento da Proclamação de Marrakech, que encarregou o Conselho Mundial da Água de desenvolver a “Visão Mundial da Água” para o século XXI. Essa declaração marcou um avanço importante na busca por soluções à crise da água. 


O 2º Fórum Mundial da Água ocorreu em Haia, nos Países Baixos, em 2000, e gerou intensos debates sobre a “Visão Mundial da Água” para o futuro, juntamente com os planos de ação associados. Este evento reuniu aproximadamente 5.700 participantes de 130 países, incluindo 500 jornalistas, e uma Conferência Ministerial com 114 ministros e autoridades de 130 países, resultando na Declaração de Haia sobre Segurança Hídrica. O fórum debateu os desafios fundamentais para o futuro, identificando o atendimento das necessidades básicas de água, a segurança alimentar, a proteção dos ecossistemas, o compartilhamento de recursos hídricos, a gestão de riscos, a valorização da água e o governo sábio da água.


O 3º Fórum Mundial da Água realizado em Kyoto, Shiga e Osaka, no Japão, em 2003, reuniu mais de 24 mil participantes, incluindo 1.300 delegações oficiais de 170 países e 47 organizações internacionais. O fórum resultou na publicação do relatório “Ações Mundiais da Água”, que destacava os esforços globais para enfrentar os desafios hídricos. O evento também enfatizou o envolvimento de todas as partes interessadas por meio de iniciativas como o “Fórum Virtual da Água” e a coleta de depoimentos no “Portfólio de Ações da Água”. 


O 4º Fórum Mundial da Água se encerrou no dia 22 de março de 2006, coincidindo com o Dia Mundial da Água, na Cidade do México, após uma semana de debates e interações. Quase 20 mil pessoas de todo o mundo participaram de 206 sessões, onde um total de 552 iniciativas locais foram apresentadas. O foco principal foi abordar questões essenciais de gestão e governança da água, como melhorar o acesso à água e ao saneamento, aprimorar os mecanismos de financiamento e promover a colaboração internacional.


O 5º Fórum Mundial da Água, realizado em Istambul, Turquia, em 2009, atraiu mais de 25 mil participantes. Sob o tema “Unindo Divisões pela Água”, o evento promoveu o diálogo e a cooperação internacional para enfrentar desafios hídricos globais. Participantes de mais de 400 organizações discutiram temas como acesso à água, gestão hídrica e financiamento, e resultou em compromissos para adaptar infraestruturas e serviços de água às necessidades emergentes.


O 6º Fórum Mundial da Água, realizado em Marselha, na França, em 2012, reuniu mais de 173 países e cerca de 35 mil participantes. O evento contou com forte envolvimento político, incluindo a presença de líderes mundiais e a produção de declarações ministeriais para moldar a agenda internacional da água. Além disso, foram realizadas sessões temáticas, debates regionais e a criação de uma Plataforma de Soluções, reunindo uma ampla gama de propostas para enfrentar questões como segurança hídrica, governança global da água e sustentabilidade.


O 7º Fórum Mundial da Água, realizado em Daegu-Gyeongbuk, na Coreia do Sul, em 2015, reuniu mais de 40 mil participantes de 168 países. Com o tema “Água para o Nosso Futuro”, o evento focou na implementação de soluções identificadas na edição anterior, e líderes políticos propuseram iniciativas como a “Semana da Água de Daegu-Gyeongbuk” para incentivar compromissos e colaborações. Um dos resultados do fórum foi a garantia de um lugar relevante para a água nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). 


Em 2018, Brasília sediou o 8º Fórum Mundial da Água, o qual representou um marco histórico como o primeiro evento realizado no hemisfério sul. Sob o tema “Compartilhando Água”, o fórum atraiu mais de 10.600 participantes de 172 países. Além de evidenciar o potencial hídrico do Brasil e sua experiência técnica, o evento procurou impulsionar soluções inovadoras para desafios globais da água. A presença de mais de 109 mil visitantes e a ampla cobertura midiática ressaltaram a importância do evento, destacando o papel da gestão sustentável da água no contexto político e social.

O 9º Fórum Mundial da Água, sediado em Dakar, Senegal, em 2022, foi o primeiro realizado na África subsaariana. O evento enfatizou a necessidade de ação coletiva, cooperação e soluções integradas para enfrentar problemas hídricos urgentes, reconhecendo os impactos da mudança climática e buscando acelerar o progresso em direção aos objetivos globais de água.


10º Fórum Mundial da Água


Entre os dias 18 a 25 de maio deste ano, ocorre o 10º Fórum Mundial da Água em Bali, na Indonésia, que tem como tema “Água para Compartilhar Prosperidade”, com o Processo Temático subdividido em seis temas: 1) Segurança Hídrica e Prosperidade; 2) Água para a Humanidade e a Natureza; 3) Gerenciamento e Redução de Riscos de Desastres; 4) Governança, Cooperação e Hidro-Diplomacia; 5) Financiamento Sustentável da Água; e 6) Conhecimento e Inovação.


E o Consórcio PCJ estará presente como um dos selecionados para compor os Grupos de Coordenação de Tópicos. A entidade participará em três subtemas: Segurança Hídrica e Prosperidade; Conhecimento e Inovação; e Governança, Cooperação e Hidro-Diplomacia.


Para mais informações sobre os tópicos que serão discutidos no 10º Fórum Mundial da Água, acompanhe o nosso site em: www.agua.org.br e as nossas redes sociais.


Fonte: Consórcio PCJ

2 visualizações

Comments


bottom of page